separadorA.png

BIOGRAFIA

estrela.png

O badin é um colono (o mais querido do sul do mundo), atrapalhado e que tem como missão aqui na terra levar alegrias e sorrisos as pessoas.

 

Através de suas histórias engraçada e seu jeito típico do interior de falar, com seu carisma e ingenuidade, vem agregando publico desde a criança até o vovô e a vovó, pois ambos se identificam com as frases e dizeres que o personagem expressa.

 

O badin busca também resgatar e manter viva a cultura colonial, o dialeto praticado por nossos antepassados, além de divertir as pessoas sem ofender e nem menosprezar ninguém.

 

O badin surgiu no mês de outubro de 2015, com um áudio comico de whatsapp, falando sobre situações e lugares da cidade de Erechim onde o criador do personagem, Eduardo Gustavo Christ, residia no momento.

 

Eduardo Gustavo CHrist, na época com 23 anos, trabalhava como engenheiro mecânico de desenvolvimento numa empresa de carrocerias de ônibus na cidade de Erechim. Uma rádio da cidade executou ao vivo esse áudio e Eduardo estava com Adilson dos Santos acompanhando um projeto na linha de produção, Adilson ligou e colocou Eduardo ao vivo na rádio.

 

Eduardo tinha em mente apenas o nome do personagem, que era um sobrenome italiano o qual estava sendo pesquisado para batizar o personagem. Eduardo ficou 7 minutos ao vivo conversando com o pessoal da rádio e muitas coisas do personagem foi criado na hora, ali mesmo.

 

Depois disso, Eduardo reuniu-se com o pessoal da rádio e decidiram iniciar um programa de humor aos sábados de meio dia, então surgia o Pão com Mortadela.

 

Nesta mesma época, Eduardo cursava uma pós graduação na FGV em Passo Fundo (cidade vizinha) e tinha aula 1 vez por mês na sexta, sábado e domingo. Eduardo teve a idéia de chamar então seu colega de empresa, Jean Carlos Pan, o qual fazia o personagem de Agostinho, e então surgia a dupla Badin e Agostinho. Em poucos meses o programa se tornou líder de audiência na região. Iniciaram-se alguns vídeos encenando piadas também. Depois de 4 meses de programa, Eduardo foi convidado a ir contar piadas ao CRAS de Erechim, foi e se sentiu muito bem ali, levando sorrisos e entretendo o povo e decidiu que queria investir na carreira em cima dos palcos.

 

Tempos depois Jean Carlos Pan optou por outros caminhos e se mudou para fora do pais. Eduardo continuou o programa na rádio, onde contou com a ajuda de diversas pessoas (Élio Spanhol,Gabriel holderbaum, Vitória Barroso, Miguel Albarello, Conrado Augusto Momoli, Herminio May, Rui Simão), além disso os vídeos foram ficando mais profissionais, Eduardo criou um show para se apresentar e rodar as cidades (Badin - Um colono na cidade).

 

Iniciaram-se também os vídeos comerciais, onde de uma forma descontraída faz-se propaganda de empresas.

 

O programa de rádio continua líder absoluto de audiência.

agenda.png

Agenda

Não perca os shows do Badin. Confira a agenda!